NOTÍCIAS

CM DE ESTARREJA CONTESTA ENCERRAMENTO DE 3 ESCOLAS - Radio SFM 98.1

CM DE ESTARREJA CONTESTA ENCERRAMENTO DE 3 ESCOLAS

A Câmara Municipal de Estarreja manifesta a sua posição e pede anulação da decisão tomada pelo Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar, João Casanova de Almeida, de encerrar três escolas do Concelho, nomeadamente as escolas EB Póvoa de Cima, EB Santo Amaro e EB Terra do Monte.

Num ofício enviado na última semana a João Casanova de Almeida, Diamantino Sabina, Presidente da Câmara Municipal de Estarreja, solicita “uma rápida resposta para que a preparação do novo ano letivo se possa processar com a máxima tranquilidade e todos os recursos estejam disponíveis atempadamente para que se possa responder aos superiores interesses dos alunos em causa”. O autarca pede ainda uma audiência para debater o assunto.

De acordo com o exposto no ofício, a posição fundamenta-se no seguinte:

1) Aquando da preparação da rede escolar para o ano letivo de 2014/2015, a Câmara Municipal de Estarreja, em 30.05.2014, emitiu parecer negativo a essa mesma proposta, o que não foi tido em conta pela Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE);

2) Após o conhecimento da intenção de encerramento das Escolas Básicas da Póvoa de Cima, Santo Amaro e Terra do Monte, os pais e encarregados de educação e a restante comunidade educativa manifestaram total discordância da intenção invocada;

3) As razões da discordância residem na convicção de que a manutenção das escolas em funcionamento é, por si só, promotora do sucesso escolar e de bem-estar para alunos e pais;

4) Nas escolas em referência, estão matriculados 58, 71 e 52 crianças e alunos, respetivamente, para o próximo ano letivo;

5) As escolas estão bem enquadradas e contextualizadas na comunidade;

6) As escolas proporcionam plena integração, aprendizagens conjuntas e trabalho cooperativo capaz;

7) O encerramento das escolas não traduz, para o próximo ano letivo, uma racionalização de recursos docentes e não docentes, que promova poupança para o sistema educativo.

Atendendo às razões expostas, a Câmara reforça que “é importante garantir a manutenção do funcionamento das três escolas”.

Nos últimos tempos a preocupação da Câmara Municipal em explicar aos agentes educativos o que se está a passar tem sido muita. A procura por uma decisão conjunta e em sintonia com os pais é fator de grande importância para a mesma. 

Recorde-se que a Câmara Municipal de Estarreja tomou conhecimento da listagem das três escolas a encerrar primeiro pela comunicação social e só depois pela Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares.



SFM TV